Publicado por: luizerbes | setembro 12, 2012

O filme e o atentado

Um diretor islamofóbico, um filme “b”, de um lado; um grupo radical, do outro lado. Assim se faz a confusão, que costuma provocar vítimas e alimentar essa guerra que opõe radicais, ocidentais e árabes. É como querer apagar o fogo com gasolina; as chamas, naturalmente, se propagam.

Foi o que resultou no atentado na Líbia, que vitimou um embaixador e outros três norte-americanos.

O roteiro é conhecidíssimo, com particularidades próprias. Sam Bacile, um diretor cujo o nome que nem você nem os fãs do cinema devem ter ouvido falar e que pensa que o Islã é um cãncer, resolve produzir uma sátira, financiada por judeus endinheirados.  E lança a “Inocência dos Muçulmanos”, retratando os seguidores da religião islâmica como perseguidores de pessoas de outras religiões. Na obra, Maomé é retratado como alguém pervertido, inclusive fazendo sexo oral em uma de suas mulheres.

O filme, um peça de propaganda contra o Islã, chega nas mãos de radicais e, obviamente, serve a manipulação, levando grupos radicais a protestarem – e, no caso da Líbia, a realizaram um atentado. Bacile, obviamente, está feliz, porque conseguiu o seu objetivo; os radicais árabes, idem. Até aí, normal. Radicais só sobrevivem em um ambiente de radicalismo, e dependem desse provocação constante.

O que não dá para aceitar que os governos entrem nesse radicalismo. Como fez Obama, dizendo que o atentado terá resposta; de quebra, já enviou soldados para a Líbia, para garantir a segurança dos seus. Mas ele prefere a “solução americana”, de apagar fogo com combustível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: