Publicado por: luizerbes | janeiro 19, 2012

A empresa quer passar como vítima

A Costa Cruzeiro, a empresa da navio que virou na costa da italiana, quer pular de réu para vítima. Isso mesmo, a empresa que cobrou para as pessoas fazerem o cruzeiro, contratou os tripulantes e deu os poderes ao capitão, vai se apresentar à Justiça italiana como vítima, segundo texto que encontrei no IG (leia aqui). É, como se diz na gíria popular, muita cara de pau.

A Costa Cruzeiro se diz vítima das atitudes do do comandante do cruzeiro, Francesco Schettino, por ter, supostamente, desviado de rota e não ter tido um comportamento adequado na hora do resgate.  Mas ela é a responsável pelo cruzeiro, contratou o comandante, deu poderes a ele.

Mais, se o comandante cometeu a série de erros da qual a empresa se diz vítima, vale lembrar que eles só foram possíveis por que ocorreram em cadeia, sem que houvesse intervenção: como o navio se afastou da rota e ninguém notou? o que deu errado no resgate, que não pode depender exclusivamente do comandante?

Pelo visto, a Costa Cruzeiro pensa assim: o lucro é nosso; a responsabilidade pelo cruzeiro, não.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: