Publicado por: luizerbes | setembro 26, 2011

Centro de Caxias: os limites da revitalização

É importante a discussão sobre medidas para revitalizar o Centro de Caxias do Sul; é uma área histórica vital, ponto do qual a cidade começou a se erguer há pouco mais de um século. Medidas de embelezamento (tirar fios dos postes, disciplinar a publicidade, cuidar das calçadas) são fáceis, o difícil é encontrar soluções interessantes que, no final dos contas, melhorem a circulação de pessoas e reduzam o número de carros no local.

Fala-se em fechar a Rua Júlio de Castilhos para carros, entre a Alfredo Chaves (a rua da Prefeitura) e a Garibaldi, mas talvez fosse mais interessante até a Feijó Júnior. Seria um enorme calcadão, mas qual a aceitação disso numa cidade em que os carros são produtos de primeira necessidade? Vai funcionar, uma vez que se você reduzir a possibilidade de estacionamento no Centro, vai afastar um determinado público do Centro?

À medida que as cidades crescem, os centros se tornam problemáticos. Não é o lugar ideal para se morar (excesso de barulho, agito sempre) e deixou de ser o ponto comercial mais nobre (são os shoppings, com amplos estacionamentos, ambiente agradável e lojas sofisticadas). No mais das vezes, temos muita gente circulando, lojas populares, engarrafamentos, etc..

Planos de revitalização ajudam, por evitarem que o Centro vire um grande camelódromo, mas os Centros das grandes cidades jamais serão os mesmos. Até porque pode se viver muito bem ser ir ao Centro hoje em dia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: