Publicado por: luizerbes | setembro 6, 2011

Festa da Uva: uma polêmica saudável

Vejo como saudável essa polêmica envolvendo a escolha da rainha da Festa da Uva de 2012.

A  questão aqui, para ficar bem claro,  não é colocar em xeque a escolha de Roberta Veber Toscan e das princesas Aline Casagrande e Kelen Zanette;  semear essa dúvida significa lançar uma nuvem negra sobre todos os trios anteriores, o que não é o caso.

A questão é tornar o processo da escolha das soberanas mais transparente e, assim, valorizá-lo. A magia que ainda envolve as soberanas, em pleno século XXI, precisa ser preservada, e a forma de garantir isso é tornar o concurso mais claro e, acima de tudo, mais justo.

Não é a primeira vez que vejo embaixatrizes tentando entender o que ocorreu. Em um dos concursos passados, lembro de ter conversado com uma candidata, dias após a escolha, que tentava entender o que havia sucedido. A entrevista, contou, foi rápida, sucinta, como se não estivessem interessados em ouvir o que ela tinha a dizer.

Por isso, considero ótima a iniciativa das embaixatrizes. Elas merecem saber como foram avaliadas; a comunidade precisa saber que foram submetidas a um processo justo e imparcial. Só isso.

***

O processo de escolha das soberanas precisa evoluir – e sempre – até porque, assim como o próprio evento, é uma parte viva da Festa da Uva. Historicamente, o processo evoluiu – começou com votações, por meio de cupons em jornais, nos anos 1930; passou por um sistema misto na década de 1950, até a adoção da escolha por um júri – e precisa continuar evoluindo.

Nesta evolução, a transparência é fundamental. E essa transparência precisa começar na escolha do júri e terminar com a divulgação das notas.

***

A essa altura, o silêncio não é  a resposta adequada.

Anúncios

Responses

  1. DEPOIS DA MARMELADA DA ESCOLHA DA RAINHA E PRINCESAS DA FESTA, ONDE AS CANDITADAS DESFILARAM SEM SABER QUE AS ELEITAS JÁ ESTAVAM ESCOLHIDAS A MUITO TEMPO ANTES, É UMA VERGONHA, POIS, AS ELEITAS NÃO REPRESENTAM A OPINIÃO DO POVO DA CIDADE, ACHO QUE A DIREÇÃO DA FESTA E COMISSÃO DEVERIAM CANCELAR O CONCURSO PARA MOSTRAR CAPACIDADE DE SE MOSTRAR QUE A MARMELADA FOI DESFEITA, POIS, SE NÃO A FESTA JÁ CAI EM DESCRÉDITO, E COM CERTEZXA O POVO NÃO VAI APOIOAR ISSO.

  2. Muito bem colocado, Erbes. A transparência na escolha da Rainha da Festa da Uva, valoriza o evento e da respaldo para o reinado do trio recentemente escolhido. É muito ruim para Festa que pairem dúvidas sobre o concurso.

  3. A comissão da Festa da Uva e seu presidente devem uma explicação, não só as embaixatrizes mas a toda comunidade caxiense. Deveriam ser os maiores interessados em deixar claro e transparente a escolha, nunca vi um trio tão desaprovado pelo caxienses como esse, participo da Festa da Uva desde 1984.
    É lamentavel! Estou apoiando a iniciativa das embaixatrizes e incentivando para que não desistam.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: