Publicado por: luizerbes | maio 7, 2011

A estratégia do assassinato

No final de semana passada, em um operação militar, os Estados Unidos mataram Osaba bin Laden. No início venderam o peixe como se tivesse sido resultado de troca de tiros, depois que tinha resistido à prisão, mas a cada dia parece mais claro que o terrorista foi executado.

Essa é a política em vigor e utilizada em larga escala nas operações norte-americanas no mundo árabe. Nesta sexta-feira, por exemplo, os Estados tentaram assassinar outro radical, Anwar Al Aulaqi, no Iêmen, com um míssil. Na operação, outras duas pessoas teriam morrido.

Obama, agora com a máscara do capitão Nascimento, é igual aquele George W. Bush. Uma guerra aqui, outra ali, tudo para manter a bilionária indústria bélica ganhando mais bilhões de dólares, enquanto os trouxas (cada vez com menos benefícios) aplaudem.

***

Sem contar, também, que há uma semana tentaram assassinar ditador líbio Gaddafi, em um bombardeio a uma de suas residências. Mataram um filho do tirano da Líbia.

Anúncios

Responses

  1. Nada como resolver violência com mais violência… Assim se chega à paz. Ou não?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: