Publicado por: luizerbes | maio 5, 2011

A receita do FMI para “salvar” Portugal

É curioso como o Fundo Monetário Internacional (FMI) busca dilacerar economias nacionais, forçando governos venderem patrimônio a preço de banana, para garantirem o pagamento de juros de dívidas. É o que o FMI está fazendo com Portugal. Em síntese, segundo o site da Folha.Com, que aborda o socorro financeiro:

– Portugal terá que se submeter a duras exigências da UE (União Europeia) e do FMI (Fundo Monetário Internacional) para receber o socorro financeiro de 78 bilhões de euros (R$ 184 bilhões), entre elas adotar um programa de privatização, suspender benefícios fiscais e cortar despesas em saúde e educação.

– O FMI e a UE exigem que Portugal “acelere” seu programa de privatização, que inclui os setores de transporte (como aeroportos e a TAP), energia (como a Galp, a EDP e a REN), comunicações (os Correios) e seguros (a Caixa de Seguros). Além disso, pequenas empresas estatais também devem ser privatizadas.

Leia o texto na íntegra aqui.

***

É por essas que apoiei a decisão argentina, há alguns anos, de declarar uma moratória (default, assim foi chamado) e forçar a renegociação dos valores, permitindo que o país voltasse a crescer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: