Publicado por: luizerbes | abril 12, 2011

O “monstro” do Realengo

Não gosto do termo “monstro” quando usado para definir um ser humano. Mas a mídia parece adorar. A capa da Veja desta semana traz a manchete “O monstro mora ao lado” e o texto da revista busca evidenciar como se deu a construção desse “monstro”, conforme texto aqui. Apesar do termo, emerge do texto um alguém vítima de um processo de violência na escola, aliado a problemas psicológicos, e não um monstro.

Definir Wellington de Oliveira como um monstro ou um louco pouco resolve, embora possa ajudar as pessoas a se confortarem após a tragédia do Rio. Ao chamá-lo de monstro, parecem negar a Wellington a sua condição de ser humano. Ele deixa de ser um dos nossos. Entra em outra categorização ou classificação. Passa a ser um animal, embora os animais, irracionais, ajam por instinto e normalmente apenas se defendem.

O terrível da tragédia do Realengo é que Wellington Oliveira não é um monstro, como alguns adoram defini-lo. A violência que sofreu no colégio, o assédio de outros rapazes e chegou a ser jogado numa lata de lixo (uma humilhação), ajudaram a moldar Wellington. O ambiente que encontrou na vida, aliado a problemas psicológicos, construíram um ser humano frágil e problemático, que resolveu acabar com a sua vida de forma cinematográfica.

As condições que moldaram Wellington estão aí, e vão resultar em outras tragédias. Algumas banais, que não ganham a condição de manchete de jornais ou revistas, e outras graves, que vão resultar em textos, opiniões, análises aprofundadas, sempre trazendo à tona o termo “monstro” e frágil condição humana.

Anúncios

Responses

  1. poxa eu tb acho que esse rapaz sofreu muito pra chegar a esse ponto!!!meu deus isso foi terrivel..


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: