Publicado por: luizerbes | março 18, 2011

Enquanto vê a Líbia, o Ocidente ignora o Iêmen

Contra Gaddafi, Estados Unidos, Inglaterra e França cruzaram esforços e devem começar, nas próximas horas, os ataques aéreos para tentar enfraquecer as forças leais ao ditador. O objetivo, embora tenham falado em proteger civis, é outro: derrubar Gaddafi, por meio de uma guerra civil, e ter acesso ao petróleo líbio.

É interessante que o roteiro é sempre o mesmo: primeiro, esses países pedem o cessar-fogo; quando é aceito, falam que não é o suficiente, como mostram as declarações de Hillary Clinton no New York Times (leia aqui).

Enquanto isso, a violência explode no Iêmen, cujo ditador é um longo aliado dos Estados Unidos e do Ocidente. Nesta sexta-feira, pelo menos 40 manifestantes foram mortos pela polícia, diz o NY Times.  O UOL reporta 42 mortes, mas resolveu destacar o estado de emergência decretado pelo governo do país (leia aqui) e fez questão de chamar o tirano do país de “presidente”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: