Publicado por: luizerbes | março 11, 2011

A cruzada contra os direitos trabalhistas

A revista The Economist, que se define como liberal (e não neoliberal) e exerce uma grande influência sobre governos conservadores e de centro e sobre o mundo industrial, começou uma cruzada contra o que chama de benefícios excessivos das leis trabalhistas em vigor em partes do mundo.  Sobre cortar lucros, juros e benefícios do “andar de cima” (como diria Elio Gaspary), nem pensar. A ordem é atingir quem trabalha e depende de salários.

Sob essa ótica, o governo inglês propôs um plano para resolver o problema dos fundos de pensões, após a crise de 2009: aumentar a contribuição dos trabalhadores, extender o prazo de contribuição e reduzir o valor das aposentadorias. Alguns jornalões do lado de cá do Atlântico devem ter ido orgasmos com a proposta, tal com a revista inglesa.

Assim como devem ter adorado reportagem matéria sobre as leis trabalhistas do Brasil, definidas como  “arcaicas, contraproducentes” e onerosas “tanto empresas quanto trabalhadores “. Leia texto aqui.

Para a revista, segundo a reportagem do UOL, as leis trabalhistas do Brasil são ”uma coleção de direitos de trabalhadores listados em 900 artigos, alguns escritos na Constituição do país, originalmente inspirados no código trabalhista de Mussolini”.

Um texto, publicado na Carta Maior, mostra essa cruzada contra sindicatos, servidores públicos e trabalhadores (leia aqui). O objetivo final da cruzada é claro: acabar com qualquer regulamentação no setor e permitir, no final das contas, uma drástica redução dos salários.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: