Publicado por: luizerbes | dezembro 14, 2010

Inter, uma reformulação vital

Depois de 2009 e 2010, o Internacional precisa reformular, de forma urgente, o futebol, em especial a formação do grupo e o seu comando técnico. Se não fizer isso, 2011 pode se transformar em uma ano péssimo.

Está claro que alguns jogadores já passaram da melhor fase, estão na descendente e não podem ficar. Outros, como Alecsandro (que não conseguia nem dominar a bola nesta terça), não podem ficar no clube, fazendo gols contra times menores e fracassando na hora decisiva. Uma triagem no atual grupo é vital para recolocar o clube no eixo.

Além disso, o comando técnico precisa mudar. Está claro que Celso Roth não é um treinador a altura das necessidades do Inter. Ele conquistou uma Libertadores, mas foram meros quatro jogos (dois contra o São Paulo, naquela altura caindo pelas tabelas, e dois contra o Chivas). Depois, não conseguiu manter o nível de atuação no Brasileirão. No Mundial, seu desempenho se mostrou pífio. Sob o seu comando, o Inter foi um arremedo de time. E na hora de ousar, mostrou-se pequeno.

Se o Inter não fizer essa reestruturação, 2011 não tende a trazer muitas alegrias.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: