Publicado por: luizerbes | setembro 24, 2010

Aonde estão os bons oradores?

No final dos anos 80 e como dos anos 90, quando iniciava no jornalismo como repórter do jornal A Razão, de Santa Maria, trabalhei na cobertura de eleições. Lembro, em especial, daquele que Alceu Collares foi eleito governador, mesmo fazendo bobagens (como casar durante as eleições, etc..)

Nessas horas, quando a coisa estava ficando complicada, Leonel Brizola aterrissava no Salgado Filho, vindo do Rio, para salvar (e muitas vezes dar puxões-de-orelha) o seu candidato. Nas coletivas, cada pergunta resultava numa resposta que parecia um discurso. Mas não um discurso qualquer, um discurso perfeito, com as palavras usadas magistralmente, as ideias claras.

Brizola foi um dos últimos grandes políticos com o tom da oratória. Seus discursos eram geniais. Isso faz uma falta agora, em especial na campanha presidencial. Nem Dilma, nem Serra, nem Marina são bons nisso, pelo contrário. Os três estão escondidos atrás dos marqueteiros, algo natural num tempo em que os candidatos estão se tornando, mais e mais, produtos.

***

Nesse cenário, lembro do Roberto Jefferson, um dos pivôs do mensalão. É possível dar um zero para ele em ética, mas ele sabia discursar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: