Publicado por: luizerbes | outubro 1, 2009

Milhões contra a saúde pública

O número está no The Guardian, jornal inglês, desta sexta-feira. A indústria farmacêutica, planos de saúde (seguros de saúde, como é chamado por lá) e hospitais já gastaram US$ 380 milhões para barrar o plano de saúde pública proposto por Barack Obama.

Esse dinheiro foi para campanhas publicitárias, para influenciar a população, e para… os políticos, para garantir o voto contrário (US$ 1,5 milhão foi para o senador responsável para relatar a nova lei). Diz o jornal que há seis lobistas registados atuando contra o plano de Obama para cada deputado e senador no Congresso norte-americano.

Só para trocar em miúdos, US$ 380 milhões equivale a quase R$ 700 milhões.

A matéria, em inglês, pode ser lida aqui.

***

Desse jeito, o SUS do Obama vai morrer na praia. O SUS, diga-se, pode não ser a melhor a solução, mas é muito melhor do que nada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: