Publicado por: luizerbes | julho 3, 2009

Tristes, mas conformados

A rivalidade da dupla Gre-Nal resultou num meio de semana inusitado: com os resultados, as torcidas ficaram tristes pela sorte de suas equipes, mas conformadas com a queda do rival. Teve foguetório nos dois dias, por conta do revés do clube para o qual o gaúcho torce contra, invariavelmente.

Na quarta-feira, a torcida tricolor fez a festa. Quando o Corinthians fez o primeiro gol, sepultando as esperanças coloradas de conquistar a Copa do Brasil, foguetes começaram a espocar em Caxias do Sul. Assim continuou até o final da noite, com o revés colorado se confirmando.

Nesta quinta-feira, veio a respota. Quando o Cruzeiro fez 1 a 0 e, depois 2 a 0, jogando por terra qualquer possibilidade de classificação tricolor à final da Libertadores, voltou a se ouvir foguetes. Foi assim até mais tarde, com a eliminação tricolor.

Nos dois casos, porém, foi uma vibração tímida. Pode ser bom ver o rival perder, mas é infinitamente melhor ver a sua equipe vencer, triunfar numa competição, erguer o troféu.

Isso é algo que rivalidade não consegue apagar. Secar é um pouco frustrante, comemorar uma vitória é algo empolgante.

Anúncios

Responses

  1. Olá Luiz!

    Encontei seu blog através de uma pesquisa feita no Google sobre Gramado. Gostei das fotos (diferentes) pois costumo ver sempre as mesmas na internet. Bom, a minha pergunta é a seguinte: como você é do sul, gostaria de saber se está muito frio em Gramado e a questão da gripe suína. Se está tendo surto e se dá para viajar tranquilamente para região, já que sou do Rio e pretendo ir na última semana de julho. Abs, Andrea

  2. Olá Andrea,
    Está fazendo bastante frio na Serra gaúcha neste inverno. O final de julho é um ótimo período para conhecer Gramado, Canela, Nova Petrópolis e, se você gosta de experiência mais radical, Cambará do Sul, onde estão os cânions Itaimbezinho e Fortaleza.
    Quanto à gripe suína, ainda não temos casos na Serra Gaúcha, mas é muito provável que o problema chegue aqui também. Por enquanto, a região da Fronteira (perto da divisa com Argentina e Uruguai), a mais de 400 quilômetros daqui, está sendo atingida pela gripe.
    Um grande abraço!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: